PROGRAMAÇÃO DE CURSOS

2024

FALTAM

Dias
Horas
Minutos
Segundos

REDAÇÃO DE NOTAS, PARECERES E RELATÓRIOS (Abordando as melhores práticas)

  • Início
  • Cancelados
  • REDAÇÃO DE NOTAS, PARECERES E RELATÓRIOS (Abordando as melhores práticas)
Edit Content
APRESENTAÇÃO

A nova lei de licitações e contratos (Lei nº 14.133/2021) entrou em vigor no dia 1º de abril de 2021. A lei estabelece as normas gerais de licitações e contratos administrativos aplicáveis aos órgãos e entidades das Administrações Públicas diretas, autárquicas e fundacionais da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. Observado o período de vacatio legis (após decorridos 2 anos da publicação) nela previsto (art. 190), promover-se-á à revogação da Lei nº 8.666/93 (atual lei de licitações e contratos), da Lei nº 10.520/2002 (Pregão), e dos arts. 1º a 47 da Lei nº 12.462/2011 (RDC).

É de fundamental importância para todos os gestores públicos, cuja atividade envolva o planejamento, a gestão e a fiscalização de contratos, bem como os órgãos de controle externo e interno, compreenderas inovações que serão introduzidas pela nova lei de licitações e contratos, para que possam bem desempenhar suas relevantes funções.

De igual maneira, é imprescindível que os profissionais que atuam no campo das contratações públicas tenham conhecimento dos contornos jurídicos básicos envolvendo os contratos administrativos, para que sua atuação possa ser segura e juridicamente válida.

OBJETIVOS GERAIS

Com isso em mente, o treinamento tem por objetivo principal capacitar os participantes a compreender os contornos jurídicos básicos e institutos relacionados ao planejamento das contratações e aos contratos de terceirização (serviços contínuos em regime de dedicação exclusiva de mão de obra),notadamente o instituto da repactuação de preços, dando-se destaque às inovações introduzidas pela nova lei de licitações e contratos, mediante análise sistêmica e comparativa com a legislação de regência vigente.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Os conceitos dos institutos jurídicos e documentos que instrumentalizam o planejamento da licitação e o contrato, conforme previstos na nova lei de licitações e contratos;

As inovações introduzidas, em relação à Lei 8.666/93, quanto ao planejamento, à gestão e à Fiscalização administrativa dos contratos de terceirização;

Os institutos de reequilíbrio econômico-financeiro, com destaque para a inovadora disciplina legal da repactuação de preços dos contratos de terceirização;

Análise e gerenciamento de riscos nas contratações; A fase de planejamento da contratação pública: informações e documentos obrigatórios.

Edit Content
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

ASPECTOS FUNDAMENTAIS DA NOVA LEI DE LICITAÇÕES.

  • Questões introdutórias sobre a aplicação da Nova Lei de licitações
  • Aspecto subjetivo
  • Aspecto temporal
  • Aspecto normativo

A LEI 14.133/2021 E OS AGENTES PÚBLICOS

  • Agente de contratação
  • Pregoeiro
  • Comissão de contratação.
  • Fiscal do contrato
  • Assessoria Jurídica
  • Controle interno
  • Responsabilidades
  • Principais inovações da Lei nº 14.133/2021

FASE PREPARATÓRIA DA LICITAÇÃO.

  • Fase de planejamento.
  • Plano de contratações anual.
  • Documento de formalização da demanda.
  • Estudo Técnico Preliminar.
  • Análise de mercado.
  • Termo de Referência e Projeto Básico.
  • Pesquisa de preços.
  • Elaboração do edital de licitação e das minuta do futuro contrato na Lei 14.133/2021.

PROCEDIMENTO LICITATÓRIO E INSTRUMENTOS AUXILIARES.

  • Critérios de julgamento.
  • Divulgação do edital.
  • Julgamento das propostas.
  • Habilitação.
  • Instrumentos auxiliares.
  • Pré-qualificação.
  • Procedimento de manifestação de Interesse.
  • Sistema de Registro de Preços.
  • Registro cadastral.

O CONTRATO ADMINISTRATIVO NA NOVA LEI DE LICITAÇÕES.

  • Convocação para a contratação
  • Contratação de remanescente
  • Cláusulas contratuais necessárias
  • Duração dos Contratos.
  • Garantias contratuais
  • Cláusula de retomada
  • Alocação de riscos
  • Matriz de riscos
  • Instrumentos de manutenção do equilíbrio econômico-financeiro dos contratos
  • Rescisão contratual
  • Sanções Administrativas
Edit Content
ANDRÉ LUIZ FURTADO PACHECO

 

CISA (Certified Information Systems Auditor), é graduado em Processamento de Dados pela Universidade Católica de Brasília e MBA em Controle Externo pela Fundação Getúlio Vargas – FGV. Auditor Federal de Controle Externo, atua na área de TI há 40 anos, dos quais 28 anos como Auditor de TI. Ocupou os cargos de Diretor de Planejamento de Auditorias; Gerente de Auditoria de TI; e Assessor do Secretário de Fiscalização de TI do Tribunal de Contas da União – TCU. Realizou a supervisão e a revisão do Manual de Auditoria de Sistemas e da 1ª edição da Cartilha de Boas Práticas de Segurança da Informação do TCU. Coordenou o Levantamento de Governança de TI na Administração Pública Federal que resultou no Acórdão nº 1.603/2008-TCU-Plenário, paradigma para a Governança de TI no Setor Público. Participou da revisão do Guia de Boas Práticas em Contratação de Soluções de TI. É instrutor de Auditoria da Tecnologia da Informação e de Licitações de TI nos cursos da Organização Latino-Americana e do Caribe das Entidades de Fiscalização Superior – OLACEFS, do TCU, do Centro Universitário do Distrito Federal – UniDF e da FGV. Possui larga experiência nas áreas de auditoria, docência e tecnologia da informação.

ANDRÉ LUIZ FURTADO PACHECO

 

CISA (Certified Information Systems Auditor), é graduado em Processamento de Dados pela Universidade Católica de Brasília e MBA em Controle Externo pela Fundação Getúlio Vargas – FGV. Auditor Federal de Controle Externo, atua na área de TI há 40 anos, dos quais 28 anos como Auditor de TI. Ocupou os cargos de Diretor de Planejamento de Auditorias; Gerente de Auditoria de TI; e Assessor do Secretário de Fiscalização de TI do Tribunal de Contas da União – TCU. Realizou a supervisão e a revisão do Manual de Auditoria de Sistemas e da 1ª edição da Cartilha de Boas Práticas de Segurança da Informação do TCU. Coordenou o Levantamento de Governança de TI na Administração Pública Federal que resultou no Acórdão nº 1.603/2008-TCU-Plenário, paradigma para a Governança de TI no Setor Público. Participou da revisão do Guia de Boas Práticas em Contratação de Soluções de TI. É instrutor de Auditoria da Tecnologia da Informação e de Licitações de TI nos cursos da Organização Latino-Americana e do Caribe das Entidades de Fiscalização Superior – OLACEFS, do TCU, do Centro Universitário do Distrito Federal – UniDF e da FGV. Possui larga experiência nas áreas de auditoria, docência e tecnologia da informação.

Edit Content
TURMA PRESENCIAL

Material de apoio personalizado (caneta, caderno e apostila)

Certificado de participação DIGITAL 

05 coffee Breaks

02 Almoços

Se você deseja contratar este treinamento para 10 ou mais pessoas, entre em contato com a nossa equipe! Temos condições ESPECIAIS!

A Elo Consultoria Empresarial e Produção de Eventos Ltda e a Escola de Negócios Elo Cursos e Eventos reservam–se o direito de cancelar unilateralmente a realização dos cursos, Seminários e Congressos ou ainda reagendar datas e horários. Obrigando–se a comunicar antecipadamente aos inscritos. O que não caracterizará infração administrativa ou civil, ficando isentas de qualquer sanção, indenização ou reparação (material e moral).

Rate this post

>>>

Veja nossos próximos cursos

Contate-nos por Telefone

Ligue para: 61 3327 1142

Caso prefeir, deixe seus dados e nós ligamos para você.

DIREITOS RESERVADOS

Elo Consultoria Empresarial e Produção de Eventos Ltda e a Escola de Negócios Elo Cursos e Eventos reservam–se o direito de cancelar unilateralmente a realização dos cursos, Seminários e Congressos ou ainda reagendar datas e horários. Obrigando–se a comunicar antecipadamente aos inscritos. O que não caracterizará infração administrativa ou civil, ficando isentas de qualquer sanção, indenização ou reparação (material e moral).

Envie-nos um E-mail

Envie uma mensagem através do formulário: